Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche. Martha Medeiros

Painting by Olga Gouskova



Renasci de minhas cinzas. O corpo é frágil, a alma não.

Carolina Salcides

 
Estou frágil, sensível... Transbordando cor em dia cinza.
 
Carolina Salcides

 
Não posso te dar - mais - a mão... estou ficando presa, também. 

Carolina Salcides

 
O destino está na palma da minha mão. 

Carolina Salcides

 
Meu corpo sente o peso da caminhada.

Carolina Salcides

Eu fui dar um passeio, não me chame por favor.

Carolina Salcides

 
Uma só alma.  Muitas vidas.  Um olhar.  Muitos mistérios.

Carolina Salcides

Desculpem a ausência, eu estava comigo...

Carolina Salcides

 
Estou encontrando-me. Vivendo para mim.

Carolina Salcides

 
De repente, ele já não estava mais ali...

Carolina Salcides

 
Estou fora do tempo, dos dias, dos outros. Estou dentro de mim.

Carolina Salcides

 
Gosto de olhar pela janela as folhas dançando com o vento.

Carolina Salcides

Quanto mais posso me abrir se já estou às avessas?

Carolina Salcides

 
O só não é a falta de presença. E toda falta é sombria, seca, vazia.

Carolina Salcides

 
Podem podar meu caule, minhas folhas, frutos e flores. 
Mas não podem arrancar minha raiz!

Carolina Salcides

 
Teço a teia de minha própria vida; hoje, sem nós.

Carolina Salcides

 
Mesmo que minhas asas tremam. Mesmo que estejam amarradas. Eu vôo.

Carolina Salcides

 
Todos os “eus” me habitam. E todos eles gritam...

Carolina Salcides

 
Conspire a seu favor. Lágrimas de vítima não fazem nascer flor.

Carolina Salcides

 
Porque só amor me dá asas e só ele me faz voar.

Carolina Salcides

 A poeira se acumula por caminhos não percorridos e cantos não visitados...

Carolina Salcides

 
O medo fecha portas, a coragem derruba-as! 

Carolina Salcides


Um comentário:

  1. Oi flor,

    Como vai?
    Amei o seu blog.
    Parabéns!
    Ansiosa para as próximas postagens.
    Já estou lhe seguindo.
    Faça uma visita ao meu e se gostar será um imenso prazer em te-lá em meu cantinho.

    http://melbernardo.blogspot.com

    Bjok@s e sucessos

    ResponderExcluir

A pintura é uma poesia que se vê e não se sente, e a poesia é uma pintura que se sente e não se vê.

Leonardo da Vinci