Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche. Martha Medeiros

Painting by Nilgun Akyol


 
Saudade é quando o momento tenta fugir da lembrança para acontecer de novo 
e não consegue.
 
 Adriana Falcão

   
Eu não sabia que virar pelo avesso era uma experiência mortal.
 
 Ana Cristina César

 
Dá-me qualquer coisa que me pareça eterno. Basta-me que o teu olhar 
me encontre.

 José Rui Teixeira

   
Sou eu a única que tem medo de mim sei que de mim ninguém vai libertar-me.
 
 Ulla Hahn

 
 Já fui outras mulheres nenhuma como esta e até mesmo esta não me coincide 
não me é. 

 Sarah Adamopoulos

   
 Hei-de sobreviver ao meu próprio caos, 
antes que a noite seja mágoa no poente e, por dentro das manhãs, 
morram os pássaros sufocados de tristeza.
 
 Graça Pires

   
É dentro da cabeça, lá dentro, que o tempo nos consome e nos faz falta.
 
 António Mega Ferreira

   
Nasci quando me vi melancolicamente sem raízes tudo se acaba 
onde me acabo.

 Vasco Costa Marques

   
A infância era uma vastidão de silêncio, por mais que cantassem os pássaros, 
e que as tempestades rugissem entre os trovões e o vento.

 Cecília Meireles

   
Como aproximar o rosto de uma rosa doente, indecisa entre o perfume 
e a morte.

 Antonio Gamoneda

   
Os meus vazios procuram ritos, as minhas solidões estão sobre os sapatos 
que descalcei.

 Concha García

   
Às vezes perco a memória da tua voz.

 José Rui Teixeira

 
Quanto a mim sou uma aquarela. 
Diluo-me.

 Anne Sexton

   
Se não estás estendo os meus braços para o vazio e entro.

 José Alexandre Ramos

   
Sobrevivo assim casa vazia em vasto mundo.
 
 Ana Marques Gastão

   
Quando olho para trás na minha vida, percebo que todos os meus erros 
 aconteceram porque eu estava com medo.
 
 Katherine Mansfield

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A pintura é uma poesia que se vê e não se sente, e a poesia é uma pintura que se sente e não se vê.

Leonardo da Vinci