Saudade é não saber. Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos, não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento, não saber como frear as lágrimas diante de uma música, não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche. Martha Medeiros

Painting by Sue Halstenberg



Eu não sei que mudança a minha alma pressente.

Camilo Pessanha


Marcham silenciosas pelo fim da tarde as últimas palavras do amor.

Mário Rui de Oliveira


... o sentido de uma rosa é essa própria rosa.

Sophia de Mello Breyner Andresen


... há bosques onde os amados vivem para sempre.

Maria Azenha


Não há mais sublime sedução do que saber esperar por alguém.

Maria Gabriela Llansol


Amanhã virás, andarás comigo a colher flores pelos campos...

Alberto Caeiro


Meu espírito clama pelos poderes cicatrizantes do amor.

Maria Gabriela Llansol


Faz-se tarde e eu deixei de esperar-te...

José Agostinho Baptista


Eu tenho luas de Agosto dentro de mim...

Henrique Fialho


Calam-se as cordas. A música sabia o que eu sinto.

Jorge Luis Borges


Enquanto dormes, um pensativo silêncio do vento perfuma a noite escura.

J. Alberto de Oliveira


Que queres que te diga se não sei nada e desaprendo?

José de Almada Negreiros

Painting by George Dunlop Leslie



... tenho também meu corpo deteriorado pela marca da servidão.

Eulália Maria Radtke


E assim te somo a mim: nos silêncios que se movem
dentro do silêncio...

Maria Lucia Nascimento Capozzi


O silêncio dos olhos está no silêncio das rosas.

José Agostinho Baptista


... espere confiante a volta das flores.

Mauro Salles


Hesito entre o lado diurno e noturno do teu ser.

Murilo Mendes


Preciso curar, o que não sei tratar.

Bruno de Paula


Dói, não mais poder tocar o ontem.

Bruno de Paula


Ah, se pelo menos o coração não tivesse memória!

Cacaso


Quando sofres, a sombra de tua mágoa empana o próprio sol.

Helena Kolody


No topo da colina, mora um sonho azul. Decidi ir buscá-lo...

Flora Figueiredo


Dentro de mim não há nada.

Onévio Zabot


Tenho que encontrar o equilíbrio das retas...

Flora Figueiredo

Painting by Joseph-Désiré Court



Difícil é uma vida depois de ti. O depois não acaba nunca.

Sofia


Quanto tempo até que os fios do coração, livre de cuidados,
flutuem, como a alfazema, por longa distância.

Li Shang-Yin


Quando é que passará este drama sem teatro...

Álvaro de Campos


Talvez que noutro livro, tenham sido outros dois aqueles
que a morte separou...

Manuel António Pina


Chamei por ti na minha solidão...

Ruy Belo


Se nada sou e mesmo assim sou, deixa-me nada permanecer
e contigo apenas ser.

Vicente Ferreira da Silva


Vem aos meus sonhos, traz um fio de água
para as dálias do meu quarto vazio...

José Agostinho Baptista


A ausência é um estar em mim.

Carlos Drummond de Andrade


Nasci pra ti antes de haver o mundo.

Fernando Pessoa

Painting by Csaba Markus



... existe a esperança acesa atrás do muro, e um verso em branco
à espera de futuro.

José Luís Tinoco


... nem juntamos os cacos do presente nem resgatamos
o soluço da véspera.

Newton de Lucca


... eu estou na minha sombra e não vou em mim.

Almada Negreiros


De corpo a corpo a noite se transmite.

David Mourão-Ferreira


... eu não tinha este coração que nem se mostra.

Cecília Meireles


Quando é que me desato dos laços que me dei?

Fernando Pessoa


Horizonte vazio, esqueleto do meu sonho...

Sophia de Mello Breyner


Sou um espalhamento de cacos sobre um capacho por sacudir.

Álvaro de Campos


Sinto-te nas frágeis linhas da tua ausência.

Maria Sousa


Quem foi que amarfanhou o meu sorriso antigo
e encheu de lama estrelas que sonhava?

Alfredo Reguengo


É impossível saber o nome inteiro da vida...

Gonçalo M. Tavares

Painting by Barbara Cole



A distância do meu corpo ao teu grito corresponde à do teu sopro ao meu ouvido
eis a anatomia do silêncio.

Teresa Balté


Hei-de pedir à noite que me consuma com ela... que me devaste a alma...

António Gancho


Às vezes tudo é tão estranho que não basta continuar a andar.

Alfonso Barrocal


Reencontro-te sempre nos destroços de mim!

sophiarui


Vinham rosas na bruma florescida rodear no teu nome a sua ausência.

Fernando Echevarría


Apenas o final do meu tempo não consigo decidir no tempo que ainda tenho.

Albino Santos


Atraiçoar a morte com a vida! Depois morrer de coração aberto...

Alexandre O'Neill


A maior parte das vezes sou só isto...
uma sombra a vaguear na parte mais escura da casa.

sophiarui


E não havia um nome para a tua ausência!

Joaquim Pessoa


Desculpem a ausência, eu estava comigo...

Carolina Salcides


Quando te vejo e embora exista o vento nenhuma folha
nas múltiplas árvores se move...

Ruy Belo